Bem-vindo à Universidade Falada AUDIOLIVROS

  • Meu carrinho

    Seu carrinho de compras esta vazio

    Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Manuel Graña Etcheverry - Poesía propria y ajena

Dê Sua Opinião Sobre o Produto

Audiolivro


Poesía propria Ojos para los míos Alguna vez Hallazgo El amor esperanzado Miedo de perderte Tu universo Pasado Senderos Sombras Tiempo enemigo El tiempo iba pasando Cajita de música Soneto No escucharé tu voz Hoy ya ha pasado Despedida Ausencia Pueblo sin ti La rosa Ofelia Micheline Casanova viejo Hijo Ladrilhos de la belleza Cero es igual a certo Poesía ajena Cecília Meireles Destino Improvisación Canción de la niña antigua Marly de Oliveira La sangre en la vena Maria Julieta Drummond de Andrade Sextina Otro perfil Marina Colasanti La mano de quien Carlos Drummond de Andrade Caso del vestido La máquina del mundo Muerte dellechero Manuel Bandeira Los sapos La sirena de Lenau Yo me vou para Pasárgada João Cabral de Melo Netto Entierro del labrador Vinicius de Moraes Soneto de la fidelidad Soneto de la separación Affonso Romano de Sant'Anna Homenaje al itabirano


 


Audiolivro



R$19,90

Manuel Graña Etcheverry - Poesía propria y ajena Zoom

CD

Detalhes

Audiolivro 

"Lançado na Argentina em 1996, o livro Poesía propria y ajena deu a conhecer a novos leitores os versos e as traduções de Manuel Graña Etcheverry, um dos maiores e mais respeitáveis nomes da literatura argentina contemporânea.

Agora, pelas mãos dos produtores Paulinho Lima e Pedro Augusto Graña Drummond, esses poemas chegam ao Brasil na voz de quem melhor é capaz de dizê-los, pelo talento com que os escreveu ou pela maestria com que os transpôs para o castelhano.

Cecília Meireles, Marly de Oliveira, Maria Julieta Drummond de Andrade, Manuel bandeira, Vinicius de Moraes, João Cabral de Melo Neto e Affonso Romano de Sant'Anna são admiráveis poetas brasileiros a que se junta o próprio Manolo - como gosta de ser chamado - para nos comover com algumas das mais belas páginas que se encontram na poesia americana.

Argetnino e brasileiro a um só tempo, Poesía propria y ajena, de Manuel Graña Etcheverry, une países que, mais do que vizinhos, são amigos, e povos que, mais do que amigos, são irmãos" Edmílson Caminha Brasília, março de 2003

Poesía propria Ojos para los míos Alguna vez Hallazgo El amor esperanzado Miedo de perderte Tu universo Pasado Senderos Sombras Tiempo enemigo El tiempo iba pasando Cajita de música Soneto No escucharé tu voz Hoy ya ha pasado Despedida Ausencia Pueblo sin ti La rosa Ofelia Micheline Casanova viejo Hijo Ladrilhos de la belleza Cero es igual a certo Poesía ajena Cecília Meireles Destino Improvisación Canción de la niña antigua Marly de Oliveira La sangre en la vena Maria Julieta Drummond de Andrade Sextina Otro perfil Marina Colasanti La mano de quien Carlos Drummond de Andrade Caso del vestido La máquina del mundo Muerte dellechero Manuel Bandeira Los sapos La sirena de Lenau Yo me vou para Pasárgada João Cabral de Melo Netto Entierro del labrador Vinicius de Moraes Soneto de la fidelidad Soneto de la separación Affonso Romano de Sant'Anna Homenaje al itabirano

 

Audiolivro


Informações adicionais

Título Manuel Graña Etcheverry - Poesía propria y ajena
Autor Manuel Graña Etcheverry de Sant'Anna
Editora Luz da Cidade
Áudio Narrado pelo Autor
Locução Não
Tempo de duração Não
Audiolivro em CD ÁUDIO (compact disk)
Classificação Não
Preço R$19,90

Manuel Graña Etcheverry de Sant'Anna


AUDIOLIVRO

Manuel Graña Etcheverry, nasceu em Córdoba, Argentina, em 1915. Advogado, poeta, tradutor e crítico literário.


Saiba mais
Ver todos produtos deste autor

Queremos saber sua opinião

Somente usuario registrados podem comentar. Por favor, faça login ou registre-se

Tags do Produto

Tags adicionadas por outros clientes:

Use espaços para separar as Tags. E aspas simples (') para frases.

Você também pode estar interessado nos seguintes produtos